BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

sábado, 7 de agosto de 2010

O perdão...



Na minha infância, minha mãe costumava colocar curativos nos meus machucados e retirava-os religiosamente dois dias depois. Nunca compreendi porque ela fazia isso, já que as feridas não estavam completamente curadas. Quando perguntei sobre o assunto, ela respondeu : - É preciso expor a ferida ao ar para que ela feche mais rápido. O mesmo acontece com nossas feridas emocionais, que precisam de um pouco de exposição para começar o processo da cura. Quando alguém diz ou faz algo que nos magoa, tendemos a nos apegar à ferida e a guardar ressentimentos em relação àquela pessoa. Do ponto de vista da energia psíquica, isto é um erro. Carregar uma ferida emocional estimula e alimenta emoções e pensamentos negativos relacionados com essa ferida, e a contagia nosso espaço. Como já disse várias vezes, semelhante atrai semelhante. Portanto atrairemos elementos igualmente negativos. Quanto antes nos permitirmos vivenciar os sentimentos de raiva e frustração, mais cedo poderemos nos desapegar da dor. E com esse desapego vem o verdadeiro passo na direção da cura : o perdão. O que cria o poder de curar a si mesmo? O que dá a pessoa coragem de perdoar? Dois ingredientes são fundamentais : a compreensão espiritual conquistada através do processo constante de autoconhecimento e a prática consistente do desapego. Pessoas capazes de compaixão aprendem a lição do perdão. Elas percebem que o apego à mágoa faz com que o sofrimento se repita indefinidamente. O perdão traz a cura para a pessoa e ajuda a difundir esta consciência para toda a humanidade.

(livro - Em busca da espiritualidade)

6 comentários:

Biianca <33' disse...

Muito bom o post, adorei! e amei o seu blog, parabéns!

fanho94 disse...

MUITO BOM MSM. SHOW

James Rocha disse...

Show!
O perdão é algo que vem depois do arrependimento, e para se arrepender você tem que realmente ver a merda que fez, ficar exposto.

Lenivaldo Silva disse...

Sabe, o que vc falou tem tudo a ver comigo poww.
Tô precisando expor a ferida aos ventos.

deborestt o BLOG disse...

é valido, é preciso, é necessário

Bruno R. disse...

sinplismente disse tudo em um post!
serio, perfeitas pavalras, o perdão e a cura!